FORMANDOS 1973 COLÉGIO FRANCISCO MAZZOLLA – NOVA TRENTO

formandos 1973 - Francisco Mazzola - Nova Trento

 

FORMANDOS 1973 COLÉGIO FRANCISCO MAZZOLLA – NOVA TRENTO

Fila da frente, da direita para a esquerda: Francisco Carlos Valle, Isaias Peixer, João Dalbosco, Arlete Dalri, Milene Cadorin, Soeli Piazza, …?….Maria do Rosario Archer, Brás Bottamedi

Fila de trás, da direita para a esquerda: Januário Sartori, Elias Dadam,… Tomasi, Clara Dalri (“Quiarota”), Moisés Cipriani, Maria José Reis, Maridalva Tomasini,Fernando Piva,..?.., Tânia Tridapalli, Sônia Souza,Nilza Terezinha Piva

Colaboração: Fernando Piva

Família Dalri

docu0033 cópia

Família de Stanislao Domenico Dalri e Carolina Feller, casal que deu origem a uma das famílias mais numerosas de Nova Trento.

Stanislao Domenico Dalri nasceu em Nova Trento em 12 de agosto de 1887 e morreu em 18 de maio de 1977, sendo enterrado no cemitério municipal. Seu pai era Casto Giuseppe Dalri, imigrante da cidade de Nanno, no Tirol Italiano (atual Trentino), então pertencente ao antigo Império Austro-Húngaro. Sua mãe era Domenica Orsi, originária de Besenello no Tirol e viúva de Pietro Dalsenter. Stanislao foi presidente da Câmara de Vereadores de Nova Trento pela UDN.
Sua esposa Carolina Feller nasceu em Nova Trento em 14 de abril de 1893 e morreu em 9 de junho de 1968, sendo sepultada também no cemitério de Nova Trento. Era filha de Luigi Giuseppe Feller, conhecido como “Gigio masador” [1], e de Teresa Domenica Comper, ambos originários da cidade de Besenello, no Tirol Italiano.

Presentes na foto:
Sentados: Stanislao Dalri e Carolina Feller.
Sentado no colo de Carolina: Gervásio
De pé, no meio do casal: Inês
De pé, à direita de Stanislao: Egidio
De pé, atrás do casal, da esquerda para a direita: Eliseu Vítor, José Dinis, Luiz Domingos, Ivo, Estanislau Filho, Cecília, Zulmira, Domingas e Maria Carmelina

Acervo: Sidnei Zanella
Reprodução da foto: Sidnei Zanella

[1] Gigio é o apelido para o nome italiano Luigi. A palavra masador, por outro lado, é a versão em dialeto trentino da palavra italiana mezzadro, que se referia ao trabalhador submetido a um contrato de mezzadria. Esta palavra, de origem latina, significa “aquele que divide à metade”: ou seja, nesse tipo de contrato agrário, que teve origem durante o Feudalismo, o dono da terra e o agricultor mezzadro dividiam (normalmente pela metade) os produtos do trabalho deste último no terreno do proprietário. Provavelmente Luigi Dalri trabalhava como mezzadro no tempo que vivia no Tirol.