MARIA POLLI e IGNACIO VALLE

Maria Polii Valle *19.09.1919 +18.12.1999    Ignacio Valle (TóTo) *29.10. 1919  + 02.09.2001   Ignacio, mais conhecido pelo apelido de TÓTO, residia com a família na rua ao lado do colégio Francisco Mazzola. Marcou a infancia de muitos e muitas que compravam suas iguarias: puxa-puxa, pé de moleque (mole e duro), caquis… pessoas que na sua simplicidade deixaram sua contribuição à formação da identidade da cidade.                       Foto: lápide do cemiterio central. Postagem: Jonas Cadorin

SERRARIA DO APRIGIO BOTAMELLI

20200330_095511 (1)

1988, serraria do Sr. Aprígio Botamelli, bairro Trinta Réis. Na foto, de frente , seu filho…  ( in memoriam) e de costas Francisco Valle (Chico do Tóto).                                                 Foto: Seehauser e Veneri, in L’Odissea Brasiliana. Postagem: Jonas Cadorin

CONCENTRAÇÃO DO DESFILE DE 7 DE SETEMBRO- DÉCADA DE 1970

2019-12-16 21.54.41

Grupo Escolar Lacerda Coutinho na concentração do desfile. No lado direito da foto professores de ginástica, Fioravante Marchi e Nair Valle. Uma irmão da imaculada Conceição  a frente do pelotão de acrobacias  com arcos( estas evoluções eram ensaiadas nas ulas de Ginástica- hoje Educação Física). A fanfarra está logo a seguir. Atrás da fanfarra havia uma cerca viva que delimitava o espaço da horta que servia para aulas de Técnicas Agrícolas e  de onde tirados verduras e legumes para a sempre bem vinda  sopa – merenda escolar. As árvores ao fundo  eram laranjeiras e vergamoteiras do pomar da família do sr. João Valle, musico( tocava a  Requinta, uma variação do clarinete em tom agudo)), cantor barítono que encantava a todos com seu timbre de voz durante as missas.A foto foi tirada no local onde havia o campo de futebol (hoje tem dois ginásios de esporte.  O colégio foi dividido pelo  Rua dos Imigrantes , aberta na década de 1980) . Ao fundo o  GOT – Ginásio Orientado para o Trabalho, hoje centro de encontros Imaculada Conceição – CEIC.

Foto: acervo do colégio Francisco Mazolla. Postagem  e comentários Jonas Cadorin

Morre bispo emérito neotrentino Walmir Valle

image-8 (1)

Internado no Hospital Universitário Santa Teresinha, de Joaçaba, desde o dia 27 de julho, faleceu hoje, 26, na mesma cidade, o bispo emérito dom Walmir Alberto Valle, em decorrência de câncer. Seu velório está acontecendo na Catedral Santa Teresinha. Será sepultado às 9 horas desta terça-feira na cripta da  mesma catedral, local de onde exerceu seu mandato por oito anos (2003-2010).

Walmir Alberto Valle, filho de Marçal Valle e Alzira Busnardo Valle, nasceu no dia 14 de abril de 1938 em Nova Trento. Sua ordenação presbiteral aconteceu no dia 21 de dezembro de 1963, em Turim, na Itália, como integrante da  Congregação Missionários da Consolata.

Exerceu seu ministério sacerdotal em  São Manuel (SP), Turim (Itália), Roraima (com indígenas) e em São Paulo. Foi nomeado bispo em 5 de novembro de 1985 para a diocese de Zé Doca, no Maranhão, e ordenado em 6 de janeiro de 1986 pelo então papa, hoje santo, João Paulo II. Em 2003, assumiu a diocese de Joaçaba, onde exerceu seu mandato  até  14 de abril de 2010.

Fonte: Jornal O Trentino   (https://otrentino.com.br/morre-bispo-emerito-neotrentino-walmirvalle

HUMAITÁ- BAILE DE CARNAVAL -1970

2019-03-26 11.47.34

Érico Bianchini (Neco), Maura Carolina Floriani Kortelt, rainha da Sociedade Recreativa Humaitá do ano de 1969, seu primo Nelson Visentainer e Armi Zilda Floriani Battisti Archer, rainha do carnaval do ano de 1970.

2019-03-26 11.22.50

Na frente da esquerda para a direita: de nome desconhecido, a rainha da Sociedade Recreativa Humaitá do ano de 1969, Maura Floriani Kortelt, seu esposo Osni Kortelt. Na fila de trás : Dilva Boso, Clarinda Tomasi, desconhecida, Judite Valle e José do Patrocinio Montibeller (Dedé). No canto superior a esquerda Elias Minatti.

2019-03-26-11.30.26[1]

Registro fotográfico de um dos três bailes carnavalescos realizados na sede social de propriedade da Sociedade Recreativa Humaitá – S.R.H., no ano de 1970.O prédio dessa sociedade localizava-se defronte ao seu campo de futebol, situado à Rua Prefeito Municipal Nicolau Bado. Da esquerda para a direita : ? Bottamedi, Hermes Plácido Mazzola, Armi Zilda Floriani Battisti Archer, rainha do carnaval do ano de 1970, seu esposo Emanuel Battisti Archer (Nelo) e Marinho Tomasi.

2019-03-26 11.27.19

O saudoso Sr. Carlos Tridapalli (Nene), a saudosa Sra Lina Carmelina Tomazoni, Armi Zilda Floriani Battisti Archer, rainha do carnaval da Sociedade Recreativa Humaitá do ano de 1970, os saudosos Sr. Glauco de Souza, sua esposa Sra Neide Tolomeotti de Souza e Orlandina Luchtemberg. Atrás mais a esquerda da fotografia, Tadeu Busnardo.

2019-03-26 11.35.55

 Na frente, da esquerda para a direita, Rosemira Montibeller (Miroca), Armi Zilda Floriani Battisti Archer, rainha do carnaval da Sociedade Recreativa Humaitá do ano de 1970, seu cunhado Osni Kartelt e Liria Cadorin Marchi. Atrás, bem a esquerda, Roberto Valle ( Betharra).

2019-03-26 11.32.28

Da esquerda para a direita ; O saudoso Jango Feller, ? Floriani, a saudosa Sra Selina (Celene) Voltolini Floriani, Emanuel Battisti Archer (Nelo), Armi Zilda Floriani, rainha do carnaval da Sociedade Recreativa Humaitá do ano de 1970, Leonir Feller, desconhecido, Vilma Feller e desconhecido.

Fotos e texto: Godofredo L. Tonini. Postagem Jonas Cadorin

 

 

 

CARNAVAL – S. R. HUMAITÁ – 1960

 

2019-03-18 22.15.09

‘Identificando os foliões (as) da esquerda para a direita : Nilce Tirloni Hartke, Selma Franzoi, Neli Tirloni, Lurdes Dalri (Lurdinha), Nilton Battisti (Nico) e Oscar Hartke.

Sentadas as saudosas Nelita Emília Valle, sua mãe Maria Poli Valle (Mariota), a terceira de nome desconhecido, a que aparece somente o rosto é a minha tia Cecília Tomasoni Archer (Tia Cila), que aparece bem no canto direito da fotografia na parte debaixo.

À época esses bailes carnavalescos eram muito animados, todos se conheciam e divertiam-se muito.

Detalhe, devido recomendação religiosa, no último dia de carnaval, ou seja, terça feira, os foliões só podiam dançar até a meia noite, sob pena de desrespeitarem as recomendações religiosas, além de serem sido advertidos pelos próprios pais de que se não fosse respeitada essa recomendação, os pais iriam busca-los no local do baile, especialmente as mulheres, o que seria considerado um vexame pelos os foliões, perante os seus amigos (as).

A própria sociedade promotora dos bailes carnavalescos, determinava o término do baile à meia noite de terça feira, para que tudo terminasse a contento.

A religião católica tinha muita influência à época sobre o comportamento das pessoas.’

Texto e fotografia: Godofredo L. Tonini. Postagem Jonas Cadorin

Primavera x Humaitá

 

Da esquerda para direita:

Em cima: Valdir Piazza, Acis Cadorin, XXX Cecato, Altair Piazza, Roberto Vale, desconhecido, desconhecido, desconhecido, Miracir Vale, desconhecido, Godofredo Tonini, Cao Marchi, Maurilo Mazzola, Lola Dalbosco e Walter Feller.
Em baixo: Tarcizio Lorenzeti, Osmar Fachini, Otto Orsi, Gilberto Ruberti, Pedro Barauna, Oscar L. Sgrott, José Batisti Archer, João Luiz Orsi, Walter Dalbosco, Clides Michelli e Dico Dellantonia.

Colaboração: Oscar Lino Sgrott

INAUGURAÇÃO DO ALAMBRADO DA SOCIEDADE RECREATIVA HUMAITÁ 1970

44128938_510096229460086_4305947830863790080_o

Da esquerda para a direita : Deda Ceccato, ? , Godoi Tonini, Enio Feller (Correca), Dácio Piva, Geraldo Gessele (Pinga), Pedrinho Piva, Virgílio Maurici, Francisco (Chico), Maurilio Mazzola, Miralci Valle, Hermes Mazzola, Caracas, Moisés Mazzola, ?.
Com a bola, Tânia Piazza, na sua frente, a rainha da S.R.H., Izildinha Mazzola.          Registro fotográfico das festividades realizadas no dia em que foi inaugurado o alambrado do campo de futebol da S.R.H. – Sociedade Recreativa Humaitá da cidade de Nova Trento – SC., na década de 1970. Nesse dia o time de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá jogou amistosamente contra a equipe do Caxias da cidade de Joinville, empatamos em 5×5, sendo o juiz da partida o Sr. Moacir Tirloni. Foi um dia muito chuvoso e para animar a festa se fez presente a Banda Musical Padre Ângelo Sabbatini. A população prestigiou esse evento, comparecendo maciçamente.
Foto e comentário de Godofredo L. Tonini. Postagem: Jonas Cadorin

 

Sociedade Recreativa Humaitá – time de futebol 1940

44023278_510196199450089_5053490105663094784_n

Jogadores que faziam parte do time titular de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá – S.R.H., na década de 1940, do município de Nova Trento – SC., e membros da diretoria.
Agachados da esquerda para a direita : Antonio Bado (Badinho), Cláudio Tomazzi (in memorian), Saul Valle (in memorian), João Facchini (in memorian), Oscar Valle (in memorian) e Ulderico Valle;
Em pé da esquerda para a direita : Auxiliar Mario Facchini (in memorian), Carlos Piazza (in memorian), Valdir Valle (in memorian), Nelson Maurici ( in memorian), Hercílio Ceccato (in memorian), Augusto Valle (in memorian), Valdemiro Dalbosco (Miro – In memorian), Alberto Piva (in memorian) e Vitorio Tridapalli (in memorian).
Acervo fotográfico: Ulderico Valle.                                                                                          Informações: Godofredo L. Tonini. Postagem , Jonas Cadorin

 

SOCIEDADE RECREATIVA HUMAITÁ -TIME DE FUTEBOL 1960.

44061684_510196556116720_2758764696604508160_n

Jogadores que faziam parte do time titular de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá – S.R.H., na década de 1960, do município de Nova Trento – SC.
Agachados da esquerda para a direita : Dácio Piva, Ulderico Valle, Edgar Mazzola, Alvim Piazza (Peixinho) e Antonio Tridapalli (Toninho);
Em pé da esquerda para a direita : Carlos Luiz Tridapalli (Nene – in memorian), Nelson Maurici (in memorian), Valdir Valle (in memorian), Asteróide Tridapalli (Dôdi), Eudes Mazzola e Moacir Tirloni.                                                                                                                     Informações e foto: Godofredo L. Tonini. Postagem Jonas Cadorin