ESCOLA ESTADUAL – TRÊS BARRAS – NOVA TRENTO -SC – 1970

70389152_694531431016564_931081624815140864_o   “Registro fotográfico do ano de 1970 dos alunos (as) e provavelmente de seus pais da Escola Estadual que ficava na localidade de Três Barras situada ao lado da entrada da estrada de acesso à localidade de Serraval, município de Nova Trento – SC.
    A Professora Sra Lourdes Teresinha Voltolini Hoeppers, e a Sra Maria Aparecida Tomazini foram professoras que lecionaram nesta escola.
Detalhe : A Sra Teresinha Ceccato que estudou nesta escola e nos enviou a fotografia deseja imensamente encontrar-se com a sua ex professora Sra Lourdes Teresinha Voltolini Hoeppers.
Fotografia do ano de 1970 dos alunos e provavelmente de seus pais da Escola Estadual que ficava na localidade de Três Barras, município de Nova Trento – SC. O prédio da escola foi demolido na década de 1990.

Gostaríamos de identificar todos os presentes nesta fotografia, quem souber os nomes por gentileza nos envie.
Acervo fotográfico : Sra Terezinha Ceccato, postado na página de facebook de Godofredo L. Tonini em 12.09.2019

Anúncios

ALUNOS e PROFESSORES – DISTRITO AGUTI – 1966

2019-09-10 10.05.37

Ao contrário do que a foto possa sugerir, uma escola de alunos carentes, a imagem retrata, sim,  uma escola multisseriada, de madeira, de uma comunidade rural onde uma das preocupações dos pais era a educação escolar dos filhos. Por simples que fossem, todos vinham uniformizados. Uniformes costurados pelas próprias mães. Professoras e professores abnegados que enfrentavam o desafio diário de alfabetizar e ensinar em língua portuguesa quando no dia  a dia as crianças conviviam com o dialeto alemão falado em suas residências por pais e avós.  Hoje todos cidadãos de bem. Lição de casa cumprida!

“Registro fotográfico realizado no ano de 1966 dos alunos (as) que frequentavam a Escola do Distrito de Aguti no município de Nova Trento SC.
O Professor a direita da foto é o saudoso Sr. Albino Muller, e a Professora a esquerda da foto é a Sra Lodis Dell’ Antonia Mistura, pessoas do bem foram muito dedicados ao aprendizado dessas crianças.
Relação de alunas que foi possível identificar :
Sonia Muller, Silvia Muller, desconhecida, Marice Vanelli, Miriam Vanelli, Tereza Wilbert, Maria Pering, Salete Reuter, Maria Reuter, Evanilde Sborz, Elizete Sborz, Marli Sborz, Arlinda Meyer, Anita Irene Meyer, Filomena Mistura, Odete Pereira, Gloria Mayer, Catarina Coelho, Solange Muller, Célia Pering e Maria Helena Muller.
Relação dos alunos que foi possível identificar: Odair Vanelli, Silvério Pering, João Pering, Inácio Pering, José Nildo Pering, Henrique Pereira, Valdir Pering, Oscar Pering, Antônio Reuter, Tarcisio Schimidt, Valdir Sborz e Venício Sborz.
Observação: quem não foi relacionado por favor identifique-se para ver se conseguimos identificar todos.” Pode comunicar-se conosco enviando seu comentário no “balão” que aparece no lado superior direito desta postagem.

Fotografia enviada pela neotrentina, Sueli Sborz Baggio, residente em Blumenau, nascida no Distrito de Aguti, postada por Godofredo L. Tonini em sua página do Facebook em 09.09.19

Postagem: Jonas Cadorin

HOJE É DIA DE SÃO VIGÍLIO, BISPO MÁRTIR – PADROEIRO DETRENTO E NOVA TRENTO

20160704_103949

Bispo mártir de almas mil, Te veneram no Brasil. Nova Trento em ti confia… diz o hino. Vigilio nasceu em Roma no ano de 335, estudou,  foi sacerdote, bispo e  missionário na região do norte da Itália onde foi morto a pauladas e golpes de tamancos(slgamei, socoi) pelo moradores da Val de Rendena que cultuavam o deus Saturno.(San Vigilio provocou a ira dos  moradores ao celebrar uma missa num local onde havia uma estátua de saturno que ele arremessou no rio Sarca. algumas estatuas o apresentam com um tamanco na mão, lembrando seu martírio. Canonizado, San Vigilio é o santo patrono da Arquidiocese de Trento e da diocesse de Bolsano-Bressanone. A devoção ao santo foi trazida pelos imigrantes tiroleses/trentinos que colonizaram Nova Trento e que o aclamaram como padroeiro da Paróquia de São Virgílio (nome foi traduzido para o português). sua festa é comemorada no dia 26 de junho. Em nova Trento os nascidos nesta data recebiam o nome do santo. Muitos são os Virgílio de Nova Trento. Nas novenas preparatória de sua festa uma das procissões  era ados “Virgílios” onde o santo era levado por homens e meninos com o seu nome.

Foto e postagem Jonas Cadorin. estátua da igreja matriz de Nova Trento

 

DIA DE FESTA, TRAJE DE FESTA!

Dalbosco

Da esquerda para a direita: Na escada da antiga prefeitura de Nova Trento:  Alcides Sgrott, Onildo Dalbosco, (três amigos sem identificação. se você que nos  segue souber, por favor escreva no ‘balão’ de dialogo acima da foto, no canto direito superior). Detalhes da moda de então; sapatos do mesmo modelo e cor, meias brancas e listradas, paletó, gravata, chapéu, cigarro. Dia de festa, com certeza.

Acervo: Vlademir Dalbosco. Postagem: Jonas Cadorin

Os filhos mais novos de Salvador e Maria do Carmo Maçaneiro Cadorin

2019-06-19 09.51.50

Da esquerda para a direita: Rita, Jurema, Jonas, Saulo e Jânio Cadorin.(Como toda família da época ter muitos filhos era uma benção de Deus. Além dos mais jovens que aparecem na foto, o casal teve: Virgílio, Isaias, Ludovico e Lauda) Foto tirada no pasto que ficava nos fundos da propriedade, rua João Bayer Sobrinho ( década de 1970) onde a família criava cabras, uma vaca, porcos e galinhas. Os meninos da foto tem um cabritinho no colo.Cada cabra tinha um nome! Essa que aparece em primeiro plano se chamava Pina. O bode, San Vigili! Coisa de criança.

Foto: álbum da família Salvador Cadorin. postagem: Jonas Cadorin

FAMÍLIA CIPRIANI – do Tirol à Nova Trento – 1891

2019-06-17 18.09.16

Na fila da frente da esquerda para a direita : Maria, Feliciana, Jozé Cipriani, Gercindo, Otília e Julieta. Na fila de trás, da esquerda para a direita : Ângelo, Francisco, Alberto, João e Hercílio.

Registro fotográfico da tradicional familia de Jozé Cipriani e de Feliciana Vendrami, imigrantes italianos que a partir do ano de 1875 estabeleceram-se em terras que deram origem ao futuro território do município de Nova Trento, mais precisamente no Bairro Cascata, cuja terras e residência localizavam-se defronte a filial da Fabrica de Tecidos Renaux. Jozé Cipriani, com 24 anos de idade e Feliciana Vendrami, com 19 anos de idade casaram-se em Nova Trento no dia 11 de abril de 1891 na Capela do Sacratíssimo Coração de Jesus, casamento este celebrado pelo Padre Ângelo Sabbatini, que chegou nessa paróquia em 03 de janeiro de 1880.(Padre Ângelo Sabbatini, foi o fundador da Banda Musical que hoje tem o seu nome, em 05 de outubro de 1889, da qual o saudoso  Sr. Gercindo Cipriani um dos filhos desse casal, fez parte como clarinetista. )                                                                                                                                              Jozé Cipriani, natural de Torragnolo Diocese de Trento no Tirol, filho de Ângelo Cipriani e Judith Gerola, nasceu em 1867;                                                                                                Feliciana Vendrami, natural de Soffratta Província de Treviso na Itália, filha de Caetano Vendrame e Anna Sacconi, nasceu em 1872.                                                                            Fonte de consulta : Fotografia e Certidão de casamento.                                                Acervo : Eder Cipriani. Cometários: Godofredo Tonini. Postagem: Jonas Cadorin

 

LUIZ VIRGÍLIO TOMASI

2019-06-17 17.25.24

Da esquerda para a direita : O saudoso Isaías Tomasi, Dante Mendonça, Antonio Tomasi (Toninho) e Gisselda Tomasi. Sentado na bicicleta o saudoso Prefeito Municipal, Sr. Luiz Virgílio Tomasi. A fotografia foi tirada defronte a uma das residências de propriedade da família do saudoso Sr. Luiz Tridapalli, já demolida, no Bairro Besenello. Registro fotográfico de amigo e familiares do saudoso Prefeito Municipal de Nova Trento , Sr Luiz Virgílio Tomasi, que administrou o nosso município de 22/03/1950 a 31/0/1951.
Acervo fotográfico : Gisselda Tomasi. Comentário Godofredo L. Tonini. Postagem: Jonas Cadorin

ORDENAÇÃO SACERDOTAL DE VALOIS DALCASTAGNÉ – 1975

 

2019-05-27 11.48.50

Ordenação sacerdotal de Valois em 19 de abril de 1975 na igreja matriz de Nova Trento. Da esquerda para a direita: Laura, Inácio, Vicente, Terezinha, Valois, Ir. Melita, Luiz, Catarina, Hermínio.(O pai de Valois, José Dalcastagné, casado com Rosália Vicentini Dalcastagné, na ocasião, estava hospitalizado. Dona Rosália faleceu com 103 anos! Na data dessa postagem só a Srª Laura vive e reside no bairro de Claraíba.

Foto: Valois Dalcastagne. Postagem: Jonas Cadorin

 

 

IGREJA DE SÃO PAULO APÓSTOLO – DISTRITO DE AGUTI

n2019-05-09 10.35.36

 Senhoras e jovens no interior da segunda Igreja de São Paulo Apóstolo do Distrito de Aguti, antes denominado de Cotia. Provavelmente participavam de alguma reunião ou cerimonia religiosa. Vestiam os trajes dos costumes  da época. Conforme prescrevam as orientações da igreja as mulheres deveriam usar véu ou lenço para cobrir a cabeça sempre que estivessem dentro da igreja. Observa-se que as mais jovens  já não faziam uso do lenço que foi abolido a partir do Concílio Vaticano II em 1962.  Tudo indica que a foto foi registrada no mês de junho pois se observa a ornamentação especial   em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus e Maria.  ” A devoção ao Sacratíssimo Coração de Jesus e ao Puríssimo Coração de Maria são muito próximas na piedade dos fiéis e isto se reflete na Liturgia da Igreja, que fixa a memória do Imaculado Coração de Maria no sábado logo depois da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, que se dá na última sexta-feira do mês Junho. este anos temos uma exceção, pois a última sexta-feira cai no fim do mês e, por isso, é transferida para a sexta anterior, para que no sábado seja celebrada a memória do Imaculado Coração de Maria.”

A igreja da foto foi demolida pois o espaço interno não era suficiente para abrigar o grande número de famílias que residiam nesse Distrito.
A igreja foi construída em  terras doadas pela Família Pering, localizadas no outro lado do Rio Alto Braço. Os frequentadores dessa primeira Igreja atravessavam uma ponte pênsil sobre o Rio Alto Braço para assistirem as cerimonias religiosas.
Foto: Godofredo L. Tonini;      Postagem: Jonas Cadorin

 

 

 

SOCIEDADE RECREATIVA HUMAITÁ – RAINHA – 1969

2019-03-26 11.40.47

Registro fotográfico de baile social acontecido no ano de 1969 na sede da Sociedade Recreativa Humaitá, quando foi realizada a escolha da rainha dessa sociedade, sendo vencedora a bela jovem Maura Carolina Floriani, que residia à Rua Florianópolis – Bairro Besenello – Nova Trento – SC.Hoje, a Sra Maura Carolina Floriani Kortelt reside na cidade de Blumenau.

Foto e texto: Godofredo L. Tonini. Postagem Jonas Cadorin