Antigo Noviciado e juvenato das Irmãzinhas da Imaculada Conceição

2019-10-16 14.43.10

Prédio e capela do Noviciado(fase de estudos da vida religiosa que antecede a profissão dos primeiros votos de pobreza ,castidade e obediência), construído no ano de 1918. desde 1937 passou a funcionar como juvenato (  fase preparatória para ingresso à vida religiosa)

2019-10-16 14.06.19

Inauguração da ampliação do Juvenato construída em 1941(salas para aula e dormitório).  Posteriormente o mesmo prédio abrigou o GOT – Ginásio Orientado para o Trabalho. Na época havia uma área esportiva defronte ao prédio. Hoje o prédio serve para encontros e pousada- CEI-   Centro de Encontros Imaculada Conceição fazendo frente com a rua dos Imigrantes aberta nos anos de 1980.

Fonte: Esboço Histórico da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição-1895-1945. Postagem: Jonas Cadorin

 

Anúncios

ÂNGELA SABINA BOTTAMEDI – 1ª SUPERIORA GERAL DAS IRMÃNZINHAS

 

2019-10-11 14.11.54“Em 18 de setembro de 1879,rejubilava de intensa alegria o lar abençoado de João Bottamedi e Júlia Cornali, pelo nascimento de Ângela Sabina, que, nos desígnios de Deus estava destinada a ser uma  coluna inquebrantável na Congregação das Irmãnzinhas da Imaculada Conceição. ” Foi batizada pelo Padre Augusto Servanzi, jesuíta. Ingressou na vida religiosa aos 19 anos em 02 de abril de 1898. No dia 19 de março de 1900 proferiu os votos religiosos e assumiu seu nome religioso como era de costume na época, passando-se a se chamar de Irmã Vicência Teodora da Imaculada Conceição. Em 29 de agosto de 1909, por ocasião do Capitulo Geral da Congregação foi indicada pelas irmãs a assumir o cargo de Superiora Geral. faleceu aos 52 anos de idade no dia 28 de setembro de 1931.

Fonte: Esboço Histórico da Congregação das Irmãnzinhas da Imaculada Conceição 1895 -1945     Postagem:Jonas Cadorin

Conselho Municipal de Nova Trento 1925

2019-10-04 10.17.30

No centro major Joaquim de Oliveira, presidente do Conselho Municipal ladeado pelo Sres. João Bayer Sobrinho e Luiz Busnardo. em pé, da esquerda para a direita, Sr. Romeu Boiteux Piazza e Pedro Piva.( O Conselho Municipal corresponde ao que hoje temos como Câmara de Vereadores)

Fonte: Monografia de Francsico Mazzola, postagem : Jonas Cadorin

 

 

CASAMENTO DE MARIS STELLA CADORIN E JOSÉ DINIS DALRI

2019-09-27 14.49.09

Maris Stella, com um ramalhete de camélias. A camélia também era conhecida como a flor da fidelidade. A daminha de honra é  Zita Busnardo. Os casamentos, em geral eram celebrados aos sábados antes do meio dia. em seguida era servido o almoço e a festa se prolongava até o inicio da noite. a falta d energia elétrica fazia com que as festas terminassem cedo por este motivo aproveitavam a luz do dia. Ao fundo a antiga porta de madeira da igreja matriz com as iniciais da Companhia de Jesus – Jesuítas: AMDG (Ad Maiorem Dei Gloriam – Para a maior gloria de Deus)

Colaboração: Sidnei Zanella. Postagem e comentários: Jonas Cadorin

Santino Voltolini

Santino Voltolini

No dia 27 de julho de 1977 veio à capital catarinense o general João Batista de Oliveira Figueiredo para pedir apoio a sua candidatura ao cargo de presidente da República. Figueiredo foi o último presidente militar e governou de 1979 a 1985. Em primeiro plano aparecem, da direita para a esquerda, Esperidião Amim, o futuro presidente Figueiredo, Ênio Laus, prefeito Santino Ludovino Voltolini (Nova Trento) e Miguel Faraco (secretário executivo da Associação dos 22 Municípios da Grande Florianópolis). Atrás estão o prefeito Mário José Koerich (Águas Mornas), vice-prefeito Amaro Lúcio da Silva (Rancho Queimado), prefeito Adílio Inácio de Abreu (Garopaba), vereador Manoel Certório Alves (São João Batista) e vice-prefeito Orlando Pauli (Antônio Carlos).

Importante registrar que Manoel Certório Alves era do Timbé e emprestou seu nome para denominar o ginásio de esportes Manecão, de São João Batista. Ênio Laus era vice-prefeito de Canelinha e estava no exercício do cargo de titular, em razão de uma licença do prefeito Sergio Jachowicz, seu primo. Ênio foi eleito prefeito em 1982.

fonte Jornal razão Tijuquense,14.102016. Foto de Valter Pacheco. Postagem Jonas Cadorin

AMIGOS DA DÉCADA DE 1940

O7-3

Salvador Cadorin, filho de Francisco Cadorin, encostado , com as mãos no bolso, exibindo, junto com os amigos de profissão, seus trajes de festa. (Não conseguimos identificar os demais. Se você que nos segue souber, informe no balão de diálogo no canto direito superior da foto. Se você não souber como fazer peça ajuda a um filho ou neto, sua informação é muito importante para mantermos o site sempre atualizado. Se tiver fotos nos mande. São sempre bem vindas. É uma forma de perpetuamos a memória dos nossos antepassados queridos que já partiram.)

Postagem: Jonas Cadorin

ESCOLA ESTADUAL – TRÊS BARRAS – NOVA TRENTO -SC – 1970

70389152_694531431016564_931081624815140864_o   “Registro fotográfico do ano de 1970 dos alunos (as) e provavelmente de seus pais da Escola Estadual que ficava na localidade de Três Barras situada ao lado da entrada da estrada de acesso à localidade de Serraval, município de Nova Trento – SC.
    A Professora Sra Lourdes Teresinha Voltolini Hoeppers, e a Sra Maria Aparecida Tomazini foram professoras que lecionaram nesta escola.
Detalhe : A Sra Teresinha Ceccato que estudou nesta escola e nos enviou a fotografia deseja imensamente encontrar-se com a sua ex professora Sra Lourdes Teresinha Voltolini Hoeppers.
Fotografia do ano de 1970 dos alunos e provavelmente de seus pais da Escola Estadual que ficava na localidade de Três Barras, município de Nova Trento – SC. O prédio da escola foi demolido na década de 1990.

Gostaríamos de identificar todos os presentes nesta fotografia, quem souber os nomes por gentileza nos envie.
Acervo fotográfico : Sra Terezinha Ceccato, postado na página de facebook de Godofredo L. Tonini em 12.09.2019

ALUNOS e PROFESSORES – DISTRITO AGUTI – 1966

2019-09-10 10.05.37

Ao contrário do que a foto possa sugerir, uma escola de alunos carentes, a imagem retrata, sim,  uma escola multisseriada, de madeira, de uma comunidade rural onde uma das preocupações dos pais era a educação escolar dos filhos. Por simples que fossem, todos vinham uniformizados. Uniformes costurados pelas próprias mães. Professoras e professores abnegados que enfrentavam o desafio diário de alfabetizar e ensinar em língua portuguesa quando no dia  a dia as crianças conviviam com o dialeto alemão falado em suas residências por pais e avós.  Hoje todos cidadãos de bem. Lição de casa cumprida!

“Registro fotográfico realizado no ano de 1966 dos alunos (as) que frequentavam a Escola do Distrito de Aguti no município de Nova Trento SC.
O Professor a direita da foto é o saudoso Sr. Albino Muller, e a Professora a esquerda da foto é a Sra Lodis Dell’ Antonia Mistura, pessoas do bem foram muito dedicados ao aprendizado dessas crianças.
Relação de alunas que foi possível identificar :
Sonia Muller, Silvia Muller, desconhecida, Marice Vanelli, Miriam Vanelli, Tereza Wilbert, Maria Pering, Salete Reuter, Maria Reuter, Evanilde Sborz, Elizete Sborz, Marli Sborz, Arlinda Meyer, Anita Irene Meyer, Filomena Mistura, Odete Pereira, Gloria Mayer, Catarina Coelho, Solange Muller, Célia Pering e Maria Helena Muller.
Relação dos alunos que foi possível identificar: Odair Vanelli, Silvério Pering, João Pering, Inácio Pering, José Nildo Pering, Henrique Pereira, Valdir Pering, Oscar Pering, Antônio Reuter, Tarcisio Schimidt, Valdir Sborz e Venício Sborz.
Observação: quem não foi relacionado por favor identifique-se para ver se conseguimos identificar todos.” Pode comunicar-se conosco enviando seu comentário no “balão” que aparece no lado superior direito desta postagem.

Fotografia enviada pela neotrentina, Sueli Sborz Baggio, residente em Blumenau, nascida no Distrito de Aguti, postada por Godofredo L. Tonini em sua página do Facebook em 09.09.19

Postagem: Jonas Cadorin