Oratório São Carlos Borromeu

foto-174

Oratório dedicado a São Carlos Borromeu, localizado na estrada de acesso ao Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro em Nova Trento. Data da foto desconhecida.

O oratório foi construído e idealizado pelo imigrante italiano Carlo Gollini, originário de Nonantola, na província de Módena.

Colaboração: Alexandre Aldo Cipriani

Padre Alfredo Rusel, fundador do santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro em Nova Trento

O Morro da Cruz foi um dos locais  que em 1900  foi escolhido para se acender uma fogueira para lembrar a passagem do século. Outras fogueiras foram acessas, uma no monte Barão e outra no monte Lima. Na noite do dia 31 de dezembro de 1899 os paroquianos puderam avistar o clarão das fogueiras no topo de seus montes mais altos. A Inciativa foi dos padres jesuítas. Dois anos depois o padre Alfredo Russel, que sofria de doenças respiratórias, cumpria uma promessa de que se ficasse curado ergueria no local um santuário dedicado a Nossa senhora do Bom Socorro, padroeira de sua cidade natal na França.

- Morro da cruz DSC06870 DSC06871 DSC06873

Apresentação de Natal no Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro, década 1980

Nova Trento

 

Nova Trento – Década de 1980

Na imagem, encenação de Natal no Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro. O costume era inspirado no Canto da Estrela, tradição tirolesa trazida para Nova Trento pelos imigrantes.
Representavam os Reis Magos: Guilherme Daros, Eloi Tel, Antônio Cipriani.
Antes das apresentações, os trajes e ensaios eram realizados na casa do Senhor Antônio Cipriani (Toni).
Não aparecem na foto os músicos e coro, mas faziam parte, Virgílio Tomasi, Moisés Cipriani, Artur Sgrott, Rinaldo Eccel, Ludovico Cadorin, João Cadorin, Dimas Tel….
Outras pessoas da comunidade também acompanhavam as apresentações.

Colaboração: Alexandre Aldo Cipriani

Memórias do Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro

Memórias do Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro – Nova Trento –  Santa Catarina.

Pela Passagem do Cincoentenário de sua fundação

Início – 02/12/1899

Celebração – 03/12/1950

Por Lidivino Santini S. J.

Topografia: Leão Dehon – Brusque – Santa Catarina

Colaboração: Juliano Mazzola

Digitalização: Cindy Maffezoli

Memórias Santuário Nossa Senhora do Bom SocorroClique na imagem acima ou no link abaixo, para ler as Memórias do Santuário. Quem quiser o arquivo por e-mail, pode enviar e-mail para alferont@gmail.com – com a solicitação.

http://issuu.com/cindymaffezoli/docs/mem__rias_do_santu__rio 

Memórias do Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro – Nova Trento – SC Por Padre Lidvino Santini

 

Memórias do Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro – Nova Trento – SC Por Padre Lidvino Santini S. J.

Morro da Cruz

Quando em 03 de janeiro de 1903, Angelino Ricci, sobrinho do P. Luiz Rossi, chegado em visita da Itália, presenciou uma dessas procissões cerradas de telhas, ficou sumamente encantado; e ao Padre Russel, que avançava ao seu lado, levando também a sua telha, poude externar os seguintes conceitos, que não posso deixar de os traduzir aqui já que tão bem exprimem uma verdade, que não se deverá nunca esquecer entre os homens.

Dizia, pois Angelino: “É verdade, todos os homens terão de aprender a viver em harmonia entre si e a sentir-se, moralmente, na obrigação de contribuir com seu algo de bom para a comunidade, de que fazem parte. Cada um de nós terá alguma coisa de pessoal e diferente a contribuir, e por pequena e insignificante, que essa contribuição pareça, nem por isso deixará de ser benéfica para todos. Se obedecermos constantemente a este preceito, poderemos estar certos de que, quando a morte chegar, nos sentiremos perfeitamente satisfeitos com a maneira, pela qual conduzimos nossa vida”. E apontando aquela procissão de carregadores voluntários: “Lá está a coragem, a resistência e a confiança, uma confiança inabalável – a vontade de viver o dia-a-dia da vida, a capacidade de aceitar e sobretudo de crer”.

Em breve as Memórias do Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro, estará disponível no site http://www.alfero.com.br