ALUNOS e PROFESSORES – DISTRITO AGUTI – 1966

2019-09-10 10.05.37

Ao contrário do que a foto possa sugerir, uma escola de alunos carentes, a imagem retrata, sim,  uma escola multisseriada, de madeira, de uma comunidade rural onde uma das preocupações dos pais era a educação escolar dos filhos. Por simples que fossem, todos vinham uniformizados. Uniformes costurados pelas próprias mães. Professoras e professores abnegados que enfrentavam o desafio diário de alfabetizar e ensinar em língua portuguesa quando no dia  a dia as crianças conviviam com o dialeto alemão falado em suas residências por pais e avós.  Hoje todos cidadãos de bem. Lição de casa cumprida!

“Registro fotográfico realizado no ano de 1966 dos alunos (as) que frequentavam a Escola do Distrito de Aguti no município de Nova Trento SC.
O Professor a direita da foto é o saudoso Sr. Albino Muller, e a Professora a esquerda da foto é a Sra Lodis Dell’ Antonia Mistura, pessoas do bem foram muito dedicados ao aprendizado dessas crianças.
Relação de alunas que foi possível identificar :
Sonia Muller, Silvia Muller, desconhecida, Marice Vanelli, Miriam Vanelli, Tereza Wilbert, Maria Pering, Salete Reuter, Maria Reuter, Evanilde Sborz, Elizete Sborz, Marli Sborz, Arlinda Meyer, Anita Irene Meyer, Filomena Mistura, Odete Pereira, Gloria Mayer, Catarina Coelho, Solange Muller, Célia Pering e Maria Helena Muller.
Relação dos alunos que foi possível identificar: Odair Vanelli, Silvério Pering, João Pering, Inácio Pering, José Nildo Pering, Henrique Pereira, Valdir Pering, Oscar Pering, Antônio Reuter, Tarcisio Schimidt, Valdir Sborz e Venício Sborz.
Observação: quem não foi relacionado por favor identifique-se para ver se conseguimos identificar todos.” Pode comunicar-se conosco enviando seu comentário no “balão” que aparece no lado superior direito desta postagem.

Fotografia enviada pela neotrentina, Sueli Sborz Baggio, residente em Blumenau, nascida no Distrito de Aguti, postada por Godofredo L. Tonini em sua página do Facebook em 09.09.19

Postagem: Jonas Cadorin

Anúncios

IGREJA DE SÃO PAULO APÓSTOLO – DISTRITO DE AGUTI

n2019-05-09 10.35.36

 Senhoras e jovens no interior da segunda Igreja de São Paulo Apóstolo do Distrito de Aguti, antes denominado de Cotia. Provavelmente participavam de alguma reunião ou cerimonia religiosa. Vestiam os trajes dos costumes  da época. Conforme prescrevam as orientações da igreja as mulheres deveriam usar véu ou lenço para cobrir a cabeça sempre que estivessem dentro da igreja. Observa-se que as mais jovens  já não faziam uso do lenço que foi abolido a partir do Concílio Vaticano II em 1962.  Tudo indica que a foto foi registrada no mês de junho pois se observa a ornamentação especial   em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus e Maria.  ” A devoção ao Sacratíssimo Coração de Jesus e ao Puríssimo Coração de Maria são muito próximas na piedade dos fiéis e isto se reflete na Liturgia da Igreja, que fixa a memória do Imaculado Coração de Maria no sábado logo depois da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, que se dá na última sexta-feira do mês Junho. este anos temos uma exceção, pois a última sexta-feira cai no fim do mês e, por isso, é transferida para a sexta anterior, para que no sábado seja celebrada a memória do Imaculado Coração de Maria.”

A igreja da foto foi demolida pois o espaço interno não era suficiente para abrigar o grande número de famílias que residiam nesse Distrito.
A igreja foi construída em  terras doadas pela Família Pering, localizadas no outro lado do Rio Alto Braço. Os frequentadores dessa primeira Igreja atravessavam uma ponte pênsil sobre o Rio Alto Braço para assistirem as cerimonias religiosas.
Foto: Godofredo L. Tonini;      Postagem: Jonas Cadorin

 

 

 

Família de João José Voltolini

image2013-01-17-120152-1

Família de  José João Voltolini (nascido em 1882), filho de Carlo Antonio Voltolini (emigrado do Tirol a Nova Trento em 1875). A foto foi tirada a aproximadamente 80 anos atrás, no ano de 1933, em Cotia/Aguti – Nova Trento, Santa Catarina, região que residia o casal.

Família de José João Voltolini

Fila de trás, esquerda para direita: “Carleto” Voltolini, José Voltolini (Bepin), Virgilio Voltolini, Francisca Voltolini, Noêmia Voltolini, Pedro Voltolini e Joaquim Sborz (marido de Ana Voltolini)

Fila da frente, esquerda para direita: uma filha de Carlos, Henriqueta Mistura (esposa de Carlos), Maria Carolina Fantini (Mãe), um filho de Carlos, João José Voltolini, Ana Voltolini com 2 filhos (Paulo e Erna Sborz).

Abaixo parte da genealogia de José João Voltolini:

José João Voltolini nascido em 01/19/1882 no Baixo Salto (filho de Carlos, agricultor). Casou com Maria Carolina Fantini, nascida em 07/01/1888. Mudaram-se para a localidade de Cotia e tiveram 11 filhos:

Carlos Voltolini, nascido em 11/09/1909. Casou-se com Henriqueta Mistura e tiveram 2 filhos.

Maria Inez Voltolini, nascida em 27/06/1911. Casou-se com Marcos Sborz (ou Nascimento).

Francisca Voltolini, nascida em 02/06/1913. Casou-se com João Sborz.  Teve cinco filhas: Valdemira Terezinha, Maria Luiza, Ida Benta, Vitorina, Audete Nair. Viveram no Aguti. Faleceu de febre dia 05/02/1946.

Dorvalina Voltolini, nascida em 09/04/1916.

Noêmia Voltolini, nascida em 23/08/1919. Casou-se com Paulo Mistura em 29/08/1942, em Nova Trento.

João Voltolini, nascido em 26/08/1921. Casou-se com Verônica Wishneski,

Virgílio Voltolini, nascido em 10/10/1923. Casou-se com Maria Koneski, com quem teve dois filhos, Paulo e Vitorio. Viveu em Joinville.

Valdemira Voltolini, nascida em 10/02/1926.

Pedro Francisco Voltolini, nascido em 02/11/1927 . Casou-se com Helena com quem teve dois filhos, Luiz e Elondina. Viveu em Joinville.

José Voltolini, casado com Maria Egidia Gorges. Moravam no Aguti.

Ana Voltolini. Casou-se com Joaquim Sborz.

Outros descendentes:

Vilmar Voltolini. Mudou-se para Joinville, onde foi dono de uma padaria.

Valmir João de Deus Voltolini, nascido em 08/03/47 e falecido em 24/07/50  de febre.

Colaboração: Gilson Mayer