CARNAVAL – S. R. HUMAITÁ – 1960

 

2019-03-18 22.15.09

‘Identificando os foliões (as) da esquerda para a direita : Nilce Tirloni Hartke, Selma Franzoi, Neli Tirloni, Lurdes Dalri (Lurdinha), Nilton Battisti (Nico) e Oscar Hartke.

Sentadas as saudosas Nelita Emília Valle, sua mãe Maria Poli Valle (Mariota), a terceira de nome desconhecido, a que aparece somente o rosto é a minha tia Cecília Tomasoni Archer (Tia Cila), que aparece bem no canto direito da fotografia na parte debaixo.

À época esses bailes carnavalescos eram muito animados, todos se conheciam e divertiam-se muito.

Detalhe, devido recomendação religiosa, no último dia de carnaval, ou seja, terça feira, os foliões só podiam dançar até a meia noite, sob pena de desrespeitarem as recomendações religiosas, além de serem sido advertidos pelos próprios pais de que se não fosse respeitada essa recomendação, os pais iriam busca-los no local do baile, especialmente as mulheres, o que seria considerado um vexame pelos os foliões, perante os seus amigos (as).

A própria sociedade promotora dos bailes carnavalescos, determinava o término do baile à meia noite de terça feira, para que tudo terminasse a contento.

A religião católica tinha muita influência à época sobre o comportamento das pessoas.’

Texto e fotografia: Godofredo L. Tonini. Postagem Jonas Cadorin

Anúncios

CARNAVAL – S.R.HUMAITÁ. 1970

2019-03-18 22.17.23

“A Sociedade Recreativa Humaitá sempre proporcionou à seus associados uma efetiva programação carnavalesca com excelentes resultados. Seus associados também tinham uma participação social muito ativa, o que deixava seu local dos bailes sempre lotados.

Com muita dedicação e simplicidade as antigas diretorias lhe deram longa vida social e futebolística, por isso neste mês de março  foi comemorado o seu aniversario de 100 anos de fundação, 19/031919 – 19/03/2019.

Parabéns a atual diretoria que esta resgatando a historia dessa magistral sociedade, a vocês a nossa eterna gratidão.

No meu tempo de criança quando se falava que a S.R.H. iria jogar partidas de futebol amistosas ou de campeonatos regionais aos domingos à tarde era uma festa, embora a doutrina aos domingos à tarde e a participação da Hora Santa uma vez por mês, nos faziam sempre chegarmos atrasados para assistirmos o início das partidas de futebol, mesmo assim dávamos sempre um jeito de ir torcer.

Terminadas as nossas obrigações religiosas saíamos em disparada para o campo da S.R.H., e a a cada pessoa que passava de bicicleta vinda da direção do campo da S.R.H., já perguntávamos, quem está ganhando ? Se fosse a S.R.H. era uma festa.

Antigamente quando crianças aprendíamos rapidamente dois ensinamentos:

1º – O primeiro era religioso olhar para o Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro e pedir a sua proteção;

2º – O segundo de cunho esportista torcer pelo time de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá.

Ensinamentos que jamais foram esquecidos, e com um detalhe interessante ou coincidência, as vestes de Nossa Senhora geralmente são azul e branca, que são também as cores oficiais da Sociedade Recreativa Humaitá – S. R. H.”

Identificando: Da esquerda para a direita, esposo de Neiva Tirloni, Neiva Tirloni, Oscar Hartke, Nilce Tirloni, Neusa Tirloni e seu marido o saudoso Jonas Piazza.

Postagem: Jonas Cadorin  . Texto e fotografia:  Godofredo L. Tonini

RAINHA – SOCIEDADE RECREATIVA HUMAITÁ – NOVA TRENTO – 1965

53722987_587263615076680_4024129862359842816_n“Nilce Tirloni Hartke, em registro fotográfico quando foi escolhida para ser a Rainha da Primavera, promoção esta realizada pela Sociedade Recreativa Humaitá no ano de 1965, da qual participaram muitas candidatas.
As atividades sociais à época eram inúmeras, assim a Sociedade Recreativa Humaitá entretinha os seus associados e simpatizantes o ano todo, por isso no dia 19 de março de 2019 estará completando 100 anos de existência, graças a essa parceria, sócios e entidade esportiva e recreativa.”

Texto e imagem: Godofredo L. Tonini. Postagem : Jonas Cadorin

Filial da fábrica de tecido Renaux, Cascata, Nova Trento 1924-1972

2018-10-07 13.57.39

Filial da fábrica de tecido Renaux, no bairro Cascata, de 1924 a 1972, sob a gerencia da família Hartke. Com seu fechamento ficou abandonada por anos. Em 2002 os empresários Julio Cesar Santos e sua esposa Deisi Hartke Santos restauraram o prédio a direita da foto  e transformaram o local na atual Pousada Portal do Vígolo.                            Foto e informações: Jornal O trentino de 03.10.2018. Postagem Jonas Cadorin

FESTA DE NOSSA SENHORA DO BOM SOCORRO – NOVA TRENTO

2018-02-23 15.28.42

As festas no Santuário eram muito frequentadas, a devoção a Nossa Senhora do Bom Socorro, era muito grande.Registro fotográfico de amigos, defronte a Casa dos Romeiros, participando de festa no Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro, no município de Nova Trento SC. Foto da década de 1950 ou 60. Da esquerda para a direita: Albano Cadorin, Estanislau Gulini, Giácomo Tomazoni, Alfredo Hartke, sua esposa Lina e Ana Giacomini Demonti, as crianças são: no colo de sua mãe, Aldo, de blusa branca Oscar e Antonio (Toni). foto  extraída com autorização do Facebook de  Godofredo Toninni