FEIRA DE CIÊNCIAS COLÉGIO FRANCISCO MAZZOLA – 1975 – PREMIAÇÃO

2018-05-29 14.49.462018-05-29 14.48.242018-05-29 14.44.282018-05-29 14.42.452018-05-29 14.41.442018-05-29 14.32.432018-05-29 14.31.362018-05-29 14.30.422018-05-29 14.28.442018-05-29 14.26.502018-05-29 14.25.532018-05-29 14.21.092018-05-29 14.20.072018-05-29 14.16.392018-05-29 14.19.152018-05-29 14.17.40

Anúncios

Comoção e homenagens marcam despedida a Janari Piva

 

janari 

Uma vida de dedicação

Uma cerimônia cercada de comoção marcou ontem, 1 de junho de 2018, o velório e sepultamento de Janari Piva que faleceu aos 69 anos, no dia 31 de maio passado, às 21h45, no Imperial Hospital de Caridade, em Florianópolis. Lutava há mais de um ano contra um câncer no pâncreas com metástase no fígado.

Deixou a esposa Albertina Ruberti Piva, os filhos Gustavo e George, a neta Beatriz, os familiares e milhares de admiradores que sempre vão lembrar de sua grandiosidade e do grande exemplo de amor que deixou.

Foi professor, diretor da Escola de Educação Básica Francisco Mazzola, vereador e suplente em duas legislaturas, 1997- 2000 e 1989 – 1992, além de atuar como correspondente do Jornal O Município de Brusque e representante comercial em dezenas de publicações ao longo de sua vida. Sempre estava disposto a colaborar com todos os profissionais de imprensa da região.

Sua vida foi marcada também pelo voluntariado com passagens por diversas entidades, especialmente na Associação São Virgílio Pró-Anciãos (Casa Dei Nonni), na Paróquia São Virgílio, nos Clubes Primavera e Humaitá, no Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro, no Movimento de Irmãos, entre dezenas de outras associações.

 A marca de sua vida foi o voluntariado. Colaborava de forma espontânea com a cobertura fotográfica de eventos que ocorriam no município, além de fazer registros cotidianos da cidade. Além disso, sempre estava disposto a ajudar e a informar as pessoas que encontrava.

Janari Piva deixou a Casa dei Nonni ,onde foi velado, sob muitos aplausos. Seu corpo seguiu pelas ruas centrais de Nova Trento, escoltado pela Polícia Militar e com todos seguindo em cortejo. Uma homenagem digna ao ser humano extraordinário que foi.

Fonte: jornal O Trentino

TIME DE FUTEBOL COLÉGIO FRANCISCO MAZZOLA – 1960-70

2018-05-04 11.53.31

Com a bola na mão: Belarmino Demonti,  ? , ? , ? , Ademir Franzoi                          Agachados esquerda para direita: ? , ? , … Bottamedi, Moisés Mazzola. ( Ao fundo o muro baixinho do colégio Francisco Mazzola. Local da foto: campo de futebol do colégio.Alguns do jogadores usam os saudosos KICHUTE! )  ( SE VOCÊ SABE IDENTIFICAR OS QUE FALTAM ESCREVA NO ‘BALÃO’ NO CANTO SUPERIOR DIREITO DA FOTO.  )                            Fonte: arquivo fotalgráfico colégio Francisco Mazzola. Postagem: Jonas Cadorin

 

 

GINÁSIO NORMAL PIO XII

2018-05-04 11.47.55

Alunos e professores do Ginásio Normal Pio XII trajados para o desfile de Sete de Setembro. Segurando a bandeira de santa Catarina , Wilson Mário Sgrott  (Vita ) ladeado pelo professor Fioravante Marchi (Vantinho) e… (se souberem identificar os demais favor escrever no ‘balão’ que enriqueceremos a publicação com as informações.)

Fonte: acervo fotográfico Colégio Francisco Mazzola. Postagem: Jonas Cadorin

TIME DO ROQUE MONTIBELLER -ANOS 1970

2018-05-04 11.51.28

De pé, esquerda para direita: Tutuca(?), ..?. , ? (se você souber identificar os pontos de interrogação da foto, escreva no balão canto superior direito desta publicação. agradecemos. a história de Nova Trento agradece)

Agachados esquerda para direita: Belarmino Demonti. Roque Montibeller, Jonas Ferraro (Joninha)

Foto acervo Colégio Francisco Mazzola. Postagem Jonas Cadorin

COMITIVA DE NOVA TRENTO VISITA TRENTO EM 1975, ANO DO CENTENÁRIO DA IMIGRAÇÃO

“A trouxeram do Brasil os descendentes de imigrantes                                         BANDEIRA DE NOVA TRENTO É ENTREGUE AO PREFEITO                                                   O grupo de prefeitos e administradores de cidades Trentino-brasileiras se encontraram ontem de manhã na prefeitura com o prefeito Tononi. Na cerimônia teve troca de gentilezas e o prefeito de Nova Trento entregou a Tononi a própria bandeira, uma ligação entre as duas Trento, uma daqui e uma do outro lado do Oceano. O grupo de netos e bisnetos de imigrantes Trentino no Brasil está cumprindo uma visita  a Província, primeiro contato depois de um século das populações que no ano de 1875 deixaram o Trentino.”(Tradução livre do texto feita por Jonas Cadorin)

infelizmente não temos a data da foto. O recorte de um  jornal da região do trentino se encontrava num quadro deteriorado pela umidade  na sede do Circolo Trentino de Nova Trento. A foto retrata um momento histórico no ano que Nova Trento comemorou 100 anos de imigração tiroleza/trentina ao Brasil.  Era  prefeito o sr. Santino Ludovino Voltolini. A visita marcou o início de várias parcerias que se sucederam nas décadas vindouras e reaproximaram, depois de um seculo, as duas cidades.(Giorgio Tononi líder da azienda per il turismo, foi eleito prefeito de Trento com os democratas-cristãos, em 14 de janeiro de 1975 a 24 de julho de 1980, faleceu em 2013.)

Postagem: Jonas Cadorin

GAETANO VENDRAME – 1831

Gaetano Vendrame n. 1831

Gaetano vs Dave Biasi Common Ancestry

Gostaria de compartilhar com os leitores com site Alfero uma informação importante a respeito da origem e dos descendentes da família Vendrame, que  se estabeleceu em Nova Trento no final do século 19. Recentemente resolvi investigar (mais de perto) a minha árvore genealógica, especialmente em relação a família Facchini, que é meu sobrenome paterno.(Ver PDF clicando sobre o titulo em azul no inicio deste parágrafo. )

Para tanto, resolvi disponibilizar as informações que eu já possuía num site para montar efetivamente minha árvore genealógica. Este é o site: https://gw.geneanet.org/, para quem possa se interessar. Ele é totalmente gratuito e te conecta com pessoas do mundo inteiro.

Após disponibilizar estas informações no site, recebi uma mensagem de um senhor dos Estados Unidos (estado de Utah), que se dizia “meu parente distante”. Sua avó materna era Vendrame. Após alguns e-mails, realmente constatamos que vínhamos de uma mesma linhagem de Vendrame, cuja cidade de origem era Mareno di Piave (localidade de Soffratta), na Província de Treviso, atual Itália.

Este senhor, então, acabou me passando toda a sua árvore genealógica (imensa, por sinal), resultado de suas pesquisas ao longo de 18 anos. Ele já realizou mais de 30 viagens à Itália e catalogou todos os antepassados “Vendrame”.

Eu resolvi compartilhar com vocês uma parte das informações, a fim de unir ou pelo menos manter contato com pessoas de sobrenome Vendrame (de origem de Nova Trento).

O que sabemos é que Gaetano Vendrame, casado com Maria Anna Saccon migraram para Nova Trento no final do século 19, provavelmente trazendo os seguintes filhos: Filiana, Adelaide Natalina, Maria Teresa e Francesco Giuseppe (tem ainda outros 4 filhos, mas estes morreram na Itália, com pouca idade). Infelizmente não temos informações sobre Filiana e Maria Teresa Vendrame.

As informações que temos são sobre Adelaide Natalina e Francesco Giuseppe (uma parte).

Adelaide Natalina Vendrame se casou com Giuseppe (ou José) Facchini, que tiveram os seguintes filhos: Roberto, Alexandrina, Lucinda, Joana, Hercília, Giusepppina e Virgílio. Adelaide faleceu em 1947, então com 74 anos.

Já Francesco Giuseppe Vendrame se casou com Luiza Agata Sgrott. Francesco faleceu em 1950, então com 72 anos.

Na foto que encaminho está do registro de Gaetano Vendrame (tirada por este pesquisador dos Estados Unidos), na paróquia de Soffratta, onde atesta que ele é filho de Appolonia Cadorin e Lorenzo Vendrame, ele da cidade de Mareno di Piave, e ela da cidade de Vazzola, ambos da Província de Treviso. Gaetano nasceu em 20/04/1831.

No outro arquivo está praticamente a árvore genealógica completa da família Vendrame, que fora encaminhada por este pesquisador dos Estados Unidos.

Deixo meu contato (elisfacchini@gmail.com) caso alguém da família Vendrame quiser manter contato comigo. Seria muito interessante se pudéssemos obter informações mais detalhadas de Gaetano e de Maria Anna, assim como de seus filhos Filiana, Adelaide, Maria Teresa e Francesco Giuseppe.

Espero ter contribuído para o registro e a manutenção da nossa história e da história da família Vendrame em Nova Trento.

 

Giovanni Antônio Voltolini

2018-02-27 14.30.36

  Giovanni Antônio Voltolini,  natural de Borgo Valsugana,Tirol, hoje província Autônoma de  Trento, Itália. Nasceu em 10 de de maio de 1858. Foi fundador da igreja de Santo Inácio no Moura-Canelinha, estado de Santa Catarina. Além de doar o terreno  ajudou a levantar a igreja com seus dotes de pedreiro (murator).    Veio a falecer no bairro  Moura em Canelinha no ano ano de 1950 aos 92 anos de idade. Giovanni e Thereza se casaram em 5 de fevereiro de 1879 na igreja de São Virgílio em Nova Trento pelo missionário italiano o Padre Arcângelo Ganarini. Na foto Giovanni ostenta a medalha do Apostolado da Oração.

Foto cedida por Luiz Bastiani, escritor residente no município de Canelinha.

FESTA DO AGRICULTOR

14102239_1677249462594002_1651167730795785695_n[1]