1920-1924 (todos eram solteiros)

 

Da esquerda para direita:

Em cima: Guilherme Fachini, Luiz Dalri, Senador Batistoti, José Feller, Francisco L. Sgrott, Jordão Cadorin, Carlos Piazza e Domingos Darós.
Em baixo: Bernardo Tell   Egídio Voltolini   desconhecido  Altorin Piazza   Marcial Valle   Luiz Tomasi.

Colaboração: Oscar Lino Sgrott

Anúncios

Sociedade Recreativa Humaitá – time de futebol 1940

44023278_510196199450089_5053490105663094784_n

Jogadores que faziam parte do time titular de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá – S.R.H., na década de 1940, do município de Nova Trento – SC., e membros da diretoria.
Agachados da esquerda para a direita : Antonio Bado (Badinho), Cláudio Tomazzi (in memorian), Saul Valle (in memorian), João Facchini (in memorian), Oscar Valle (in memorian) e Ulderico Valle;
Em pé da esquerda para a direita : Auxiliar Mario Facchini (in memorian), Carlos Piazza (in memorian), Valdir Valle (in memorian), Nelson Maurici ( in memorian), Hercílio Ceccato (in memorian), Augusto Valle (in memorian), Valdemiro Dalbosco (Miro – In memorian), Alberto Piva (in memorian) e Vitorio Tridapalli (in memorian).
Acervo fotográfico: Ulderico Valle.                                                                                          Informações: Godofredo L. Tonini. Postagem , Jonas Cadorin

 

DESFILE 07 DE SETEMBRO – 1972 – Colégio professor Francisco Mazzola

setesetembro

“1º – Da esquerda para a direita na frente :
Rosemira Lobo (Rose), Tarcísio Facchini (Ico), Maurilio Mazzola, Pedro Montibeller, Enio Feller (Correca), Ismar Voltolini, Oscar Archer (Oscarzinho), Alceu Dalbosco, saudoso Ernani Feller, Miralci Valle, José Moacir Rachadel (Leco), Aldo Hartke e Ana Maria Sgrott
2º – Da esquerda para a direita atrás :
Marcos Rachadel (Paco), Saulo Voltolini, Godofredo Luiz Tonini (Godoi), Deda Ceccato.
3º – Agachadas : Da esquerda para a direita :
Clarinda Tomasi, Maria Elizabete Archer (Bete) e Vera Valle.
Registro fotográfico realizado no pátio do antigo Colégio Normal Professor Francisco Mazzola, hoje nominado de EEB Francisco Mazzola, no dia 07 de Setembro de 1972, após o desfile do dia 07 de setembro.
Estávamos vestidos de preto e branco, pois fazíamos parte da bateria que dava o ritmo da marcha para os demais estudantes. As alunas faziam parte da comissão de frente do colégio, eram destaques.
Dos alunos (as) fotografados apenas 04 permanecem em Nova Trento, um faleceu, os outros 15 saíram da cidade em busca de trabalho, infelizmente perdemos excelentes profissionais.”                                                                                                                                          Foto e informações : Godofredo Tonini. Postagem : jonas Cadorin

Casamento de Valério Cadorin (Lélo) e Catarina.

44106496_510658579403851_4281175236889542656_o

“CASAMENTO A MODA ANTIGA – NOVA TRENTO
Registro fotográfico do casamento do meu saudoso amigo Valério Cadorin (Lélo), e de sua esposa Catarina.
Antigamente os convidados dos casamentos geralmente eram os vizinhos mais próximos, e os parentes dos noivos.
A decoração em sua maioria consistia em enfeites com pés de palmitos, nos quais se dependuravam pequenos buques de flores naturais, ou feitas com papel crepom, mas o que mais importava eram os excelentes almoços ou jantares, proporcionados pelos noivos.
Identificando os participantes desse casamento :
1ª – Mesa : da esquerda para a direita :
1ª – Fila : os saudosos (as) : Maria do Carmo(Carmen) Maçaneiro Cadorin, Tereza Dalri Cadorin, José Cadorin (Bepi), Francisco Cadorin, Adelina Demonti Cadorin, Jordão Cadorin, José Dell’Antonia, e Maria Cadorin ;
2ª – Fila : dois desconhecidos, Nilton Cadorin, cinco desconhecidas, as saudosas Claudia Gessele Cadorin, Camila Cadorin Eccher, e desconhecido ;
2ª – Mesa : da esquerda para a direita :
1ª – Fila : Padre Moisés Facchini( Leja), meus saudosos pais Benta Josefina Battisti Archer Tonini e Elísio José Tonini, os demais desconhecidos ;
2ª – Fila : todos desconhecidos.
Mesa dos casados :
Da esquerda para a direita : Os saudosos Geraldo Cadorin e Valério Cadorin, esposo, Catarina, esposa, o saudoso Padre Claudio Cadorin e a Sra Albertina Darós.”

Fotos e comentários: Godofredo L. Tonini. Postagem: Jonas Cadorin

ELEIÇÕES – PARA O PODER EXECUTIVO – NOVA TRENTO – SC – 1960

comicio1960

A foto complementa a postagem anterior, onde  o palanque aparece ao centro em tamanho menor. Interessante notar os dizer na faixa ao fundo: LOTT-Henrique Teixeira – JANGO-João Goulart-  que concorreram a presidência .“Jânio Quadros venceu as eleições presidenciais de outubro de 1960, tendo recebido 48% dos votos do eleitorado, contra 32% dados a Henrique Teixeira Lott e 20% a Ademar de Barros. Tomou posse, juntamente com João Goulart, no dia 31 de janeiro de 1961. Após 15 anos de domínio do PSD, a oposição finalmente chegava ao poder, embora com uma bancada minoritária no interior do Congresso. Em pouco tempo, instalou-se o conflito entre o Executivo e o Legislativo, que levaria o país à grande crise de agosto de 1961, cujo ápice foi a renúncia de Quadros e o veto dos ministros militares à posse do vice-presidente Goulart”.(https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/Jango/artigos/Campanha1960/A_campanha_presidencial_de_1960

Fato curioso:A Constituição de 1946, em vigor na época, previa que tanto presidente quanto vice-presidente deveriam concorrer em pleito eleitoral. Desse modo, dois candidatos com posições políticas tão díspares foram eleitos. Jânio Quadros pelo Partido Democrata Cristão (PDC) e João Goulart pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Jânio Quadros era apoiado pela União Democrática Nacional (UDN), e claramente adotava uma política antigetulista. Já João Goulart era herdeiro político de Vargas.(https://www.infoescola.com/historia/governo-de-joao-goulart/). Nova Trento vivenciou tudo isso .

Na frente da esquerda para a direita, de blusa branca, Sra Lígia Doutel de Andrade, esposa do candidato a Vice-Governador Dr. Doutel de Andrade, desconhecida, candidato a Vice -Governador, o Dr. Armindo Augusto Doutel de Andrade, discursando, de terno preto e candidato a Governador, o Sr. Celso Ramos, sua esposa, Edhit Muller Gama e desconhecido.
Na fila de trás/ desconhecido/,de cabelos brancos, o Sr. Domingos Fachini, Sr. Francisco de Oliveira (Chico Jaques), e o candidato a Prefeito Municipal vencedor naquele ano, o Sr. Aires Manoel Rachadel, que administrou o município de 1961 a 1965. Também foram eleitos os candidatos a Governador e a Vice.
O menino que aparece no lado direito da foto embaixo do palanque, é o Professor Sr. Miraci José Valle, filho da saudosa Dona Iolanda Valle, que residia defronte ao Colégio Estadual Professor Francisco Mazzola, no centro.

” A foto  registrou o Comício Político realizado no município de Nova Trento – SC., no ano de 1960, na Praça Presidente Getúlio Vargas, ano em que foram escolhidos o Presidente da República, Governadores e Prefeitos, as eleições eram realizadas de quatro em quatro anos e a disputa era para todos os cargos do Poder Executivo, conforme o acima mencionados.
Nesse comício realizei meu sonho, queria falar com o candidato a Governador do Estado, apoiado pelo meu avô o saudoso Sr. Joaquim Battisti Archer, que era o candidato, o Sr. Celso Ramos.
Meu avô, levou-me à sua presença, além de pegar-me no colo, deu-me um forte abraço, saí dali radiante de alegria, eu tinha apenas 12 anos de idade, não perdia um só comício político, além de ouvir pelo radio todos os dias o horário eleitoral, nosso radio era da marca SEMP, que saudades. Dali em diante, selei minha vocação para a politica, fui eleito Vereador e Prefeito Municipal por duas vezes.” Foto e depoimento de Godofredo L. Tonini . Postagem e comentários: Jonas Cadorin

 

TORCIDA ORGANIZADA – S. R. HUMAITÁ – 1962 -“Avante o Humaitá, com glórias e flores, hura, hura, huraaaa!

humaita godoi
“Torcedoras e torcedores num domingo a tarde do ano de 1962, presentes no Estádio de futebol Governador Aderbal Ramos da Silva, de propriedade da Sociedade Recreativa Humaitá, clube futebolístico da cidade de Nova Trento – SC., fundado em 19 de março de 1919. Era um dos melhores programas dominicais à época, tempo maravilhoso, parte da nossa juventude.”
1ª – Fila : Sentados da esquerda para a direita : Neuza Tirloni, Anunziata Ângela Dalbosco (Néi), Rosita Valle, saudoso Matias Battisti, Selma Franzoi, Nilton Battisti, Delcides Raulino, Vitoria Dalbosco, e provavelmente um dos filhos do saudoso treinador, o Sr. Nelson Maurici
2ª – Fila : em pé da esquerda para a direita : Eronides Tirloni (Nidinha), Marilete Valle, Orlandina Lucktemberg (Landa), Zoavia Franco, o saudoso Humberto Tomasini, Leonida Lucktemberg (Nida), Cremilde Tirloni (Ica), Sonja Facchini e Maria Dulce Raulino.
Fotografia: Ronaldo Trajano Raulino, postada na página do Facebook de Godofredo L. Tonini

GAETANO VENDRAME – 1831

Gaetano Vendrame n. 1831

Gaetano vs Dave Biasi Common Ancestry

Gostaria de compartilhar com os leitores com site Alfero uma informação importante a respeito da origem e dos descendentes da família Vendrame, que  se estabeleceu em Nova Trento no final do século 19. Recentemente resolvi investigar (mais de perto) a minha árvore genealógica, especialmente em relação a família Facchini, que é meu sobrenome paterno.(Ver PDF clicando sobre o titulo em azul no inicio deste parágrafo. )

Para tanto, resolvi disponibilizar as informações que eu já possuía num site para montar efetivamente minha árvore genealógica. Este é o site: https://gw.geneanet.org/, para quem possa se interessar. Ele é totalmente gratuito e te conecta com pessoas do mundo inteiro.

Após disponibilizar estas informações no site, recebi uma mensagem de um senhor dos Estados Unidos (estado de Utah), que se dizia “meu parente distante”. Sua avó materna era Vendrame. Após alguns e-mails, realmente constatamos que vínhamos de uma mesma linhagem de Vendrame, cuja cidade de origem era Mareno di Piave (localidade de Soffratta), na Província de Treviso, atual Itália.

Este senhor, então, acabou me passando toda a sua árvore genealógica (imensa, por sinal), resultado de suas pesquisas ao longo de 18 anos. Ele já realizou mais de 30 viagens à Itália e catalogou todos os antepassados “Vendrame”.

Eu resolvi compartilhar com vocês uma parte das informações, a fim de unir ou pelo menos manter contato com pessoas de sobrenome Vendrame (de origem de Nova Trento).

O que sabemos é que Gaetano Vendrame, casado com Maria Anna Saccon migraram para Nova Trento no final do século 19, provavelmente trazendo os seguintes filhos: Filiana, Adelaide Natalina, Maria Teresa e Francesco Giuseppe (tem ainda outros 4 filhos, mas estes morreram na Itália, com pouca idade). Infelizmente não temos informações sobre Filiana e Maria Teresa Vendrame.

As informações que temos são sobre Adelaide Natalina e Francesco Giuseppe (uma parte).

Adelaide Natalina Vendrame se casou com Giuseppe (ou José) Facchini, que tiveram os seguintes filhos: Roberto, Alexandrina, Lucinda, Joana, Hercília, Giusepppina e Virgílio. Adelaide faleceu em 1947, então com 74 anos.

Já Francesco Giuseppe Vendrame se casou com Luiza Agata Sgrott. Francesco faleceu em 1950, então com 72 anos.

Na foto que encaminho está do registro de Gaetano Vendrame (tirada por este pesquisador dos Estados Unidos), na paróquia de Soffratta, onde atesta que ele é filho de Appolonia Cadorin e Lorenzo Vendrame, ele da cidade de Mareno di Piave, e ela da cidade de Vazzola, ambos da Província de Treviso. Gaetano nasceu em 20/04/1831.

No outro arquivo está praticamente a árvore genealógica completa da família Vendrame, que fora encaminhada por este pesquisador dos Estados Unidos.

Deixo meu contato (elisfacchini@gmail.com) caso alguém da família Vendrame quiser manter contato comigo. Seria muito interessante se pudéssemos obter informações mais detalhadas de Gaetano e de Maria Anna, assim como de seus filhos Filiana, Adelaide, Maria Teresa e Francesco Giuseppe.

Espero ter contribuído para o registro e a manutenção da nossa história e da história da família Vendrame em Nova Trento.

 

FILHOS DE VIRGÍLIO FACCHINI

Foto família Facchini

Virgílio Facchini e Giuseppina (Josefina) Darós se reuniram para uma foto. São eles, da esquerda para a direita:Benilde Maria, Genésio Antonio, Maria Ana, Valentim Antonio, Adelaide Maria, Dalila e Marina.

Foto cedida por Elis Facchini

VIRGILIO FACCHINI e JOSEFINA DARÓS

3FB_IMG_1509668150267Virgílio Facchini ( nascido em 01.11.1913), casado com Josefina Darós. Foto do dia do casamento. Residiram numa casa de esquina no entroncamento entre a rua João Bayer Sobrinho e o entrada do bairro Trinta Réis. Exerceu a profissão de alfaiate. Virgílio era filho de Giuseppe (José) Roberto Facchini e Adelaide Natalina Vendrame. Já Giuseppina (Josefina) Darós era filha de Giovanni Battista (Gio-Batto) Darós e Adelle Segalla.

Foto: Elis Facchini, álbum de família