Conselho Municipal de Nova Trento 1925

2019-10-04 10.17.30

No centro major Joaquim de Oliveira, presidente do Conselho Municipal ladeado pelo Sres. João Bayer Sobrinho e Luiz Busnardo. em pé, da esquerda para a direita, Sr. Romeu Boiteux Piazza e Pedro Piva.( O Conselho Municipal corresponde ao que hoje temos como Câmara de Vereadores)

Fonte: Monografia de Francsico Mazzola, postagem : Jonas Cadorin

 

 

Anúncios

Catalogada a biblioteca do neotrentino Walter Fernando Piazza * 6/11/1925 + 10/02/ 2016)

No ano de 2018 a Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina UDESC, juntamente com a -FAED- IDCH  catalogou o vasto acervo da biblioteca pessoal do historiador Walter F. Piazza. Fez parte da catalogação os diplomas, honrarias, medalhas troféus, documentos que retratam a vida de um neotrentino ilustre que engrandeceu a cultura catarinense. Morre o homem, fica sua obra! Imortal.                                                 Os catálogos se encontram disponíveis em formato PDF na internet  wvplivros_e_folhetos.pdf

017

images

download (3)

download (2)

Na manhã de quarta-feira, 10 de fevereiro 2016, Nova Trento perdeu um dos mais ilustres neotrentinos, o historiador Walter Fernando Piazza, 91 anos. Natural de Nova Trento,foi vereador em 1950, se estabeleceu em Florianópolis, onde exerceu a função de professor e historiador e formou família. Ele era professor aposentado da UFSC, membro dos Institutos Históricos e Geográficos de Santa Catarina, Espírito Santo, Bahia e São Paulo. Além disso, era membro da Associação dos Professores Universitários de História de São Paulo e da Comissão Nacional de História do Instituto Histórico da Ilha Terceira, nos Açores. Piazza também era membro da Academia Catarinense de Letras. Filho de Romeu Boiteux Piazza e Aracy Batista Pereira Piazza. Era sobrinho e afilhado de José Boiteux. Contraiu matrimônio com Alba Maria da Luz Fontes, a qual faleceu prematuramente. Mais tarde, casou-se com Lourdes Maria da Silveira Piazza, com quem teve cinco filhos e seis netos.Entre 1947 e 1948, a convite do colega Hercílio Pedro da Luz Filho, mudou-se para Florianópolis.(fonte wikipedia)

Postagem: Jonas Cadorin

 

CARNAVAL – S.R.HUMAITÁ. 1970

2019-03-18 22.17.23

“A Sociedade Recreativa Humaitá sempre proporcionou à seus associados uma efetiva programação carnavalesca com excelentes resultados. Seus associados também tinham uma participação social muito ativa, o que deixava seu local dos bailes sempre lotados.

Com muita dedicação e simplicidade as antigas diretorias lhe deram longa vida social e futebolística, por isso neste mês de março  foi comemorado o seu aniversario de 100 anos de fundação, 19/031919 – 19/03/2019.

Parabéns a atual diretoria que esta resgatando a historia dessa magistral sociedade, a vocês a nossa eterna gratidão.

No meu tempo de criança quando se falava que a S.R.H. iria jogar partidas de futebol amistosas ou de campeonatos regionais aos domingos à tarde era uma festa, embora a doutrina aos domingos à tarde e a participação da Hora Santa uma vez por mês, nos faziam sempre chegarmos atrasados para assistirmos o início das partidas de futebol, mesmo assim dávamos sempre um jeito de ir torcer.

Terminadas as nossas obrigações religiosas saíamos em disparada para o campo da S.R.H., e a a cada pessoa que passava de bicicleta vinda da direção do campo da S.R.H., já perguntávamos, quem está ganhando ? Se fosse a S.R.H. era uma festa.

Antigamente quando crianças aprendíamos rapidamente dois ensinamentos:

1º – O primeiro era religioso olhar para o Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro e pedir a sua proteção;

2º – O segundo de cunho esportista torcer pelo time de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá.

Ensinamentos que jamais foram esquecidos, e com um detalhe interessante ou coincidência, as vestes de Nossa Senhora geralmente são azul e branca, que são também as cores oficiais da Sociedade Recreativa Humaitá – S. R. H.”

Identificando: Da esquerda para a direita, esposo de Neiva Tirloni, Neiva Tirloni, Oscar Hartke, Nilce Tirloni, Neusa Tirloni e seu marido o saudoso Jonas Piazza.

Postagem: Jonas Cadorin  . Texto e fotografia:  Godofredo L. Tonini

Primavera x Humaitá

 

Da esquerda para direita:

Em cima: Valdir Piazza, Acis Cadorin, XXX Cecato, Altair Piazza, Roberto Vale, desconhecido, desconhecido, desconhecido, Miracir Vale, desconhecido, Godofredo Tonini, Cao Marchi, Maurilo Mazzola, Lola Dalbosco e Walter Feller.
Em baixo: Tarcizio Lorenzeti, Osmar Fachini, Otto Orsi, Gilberto Ruberti, Pedro Barauna, Oscar L. Sgrott, José Batisti Archer, João Luiz Orsi, Walter Dalbosco, Clides Michelli e Dico Dellantonia.

Colaboração: Oscar Lino Sgrott

NOVA TRENTO -DÉCADA DE 1960

31545_531201833574236_286957923_n

Foto de boa resolução tirada do alto do morro do cemitério. No canto direito,baixo, é possível visualizar um pedaço da praça Getúlio Vargas com o obelisco comemorativo aos 50 anos de imigração  italiana/tiroleza a Nova Trento. A frente a casa de quatro fachadas pertence a família de Romeu Piazza No lado a casa que pertenceu ao sr. Fioravante Marchi. Note-se ao fundo a presença de araucárias(pinheiros que se não foram cultivadas eram nativas e que se adaptaram bem ao clima da região). Ao fundo a igreja matriz antes da reforma(com seu teto alto, duas águas) e logo a frente o prédio da antiga prefeitura. A esquerda, ao fundo , a casa “salamanca” residencia atual de sr. Vita Sgrott, a casa do Falecido ‘Dedéco’ Piazza(padeiro). A seguir a residencia da família Batistotti onde funcionou a sede do Circolo trentino na década de 1980. Ainda esta de pé a imponente casa de comércio da família Boiteux (hoje faria frente com o mercado Bitencourt.

Sociedade Recreativa Humaitá – time de futebol 1940

44023278_510196199450089_5053490105663094784_n

Jogadores que faziam parte do time titular de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá – S.R.H., na década de 1940, do município de Nova Trento – SC., e membros da diretoria.
Agachados da esquerda para a direita : Antonio Bado (Badinho), Cláudio Tomazzi (in memorian), Saul Valle (in memorian), João Facchini (in memorian), Oscar Valle (in memorian) e Ulderico Valle;
Em pé da esquerda para a direita : Auxiliar Mario Facchini (in memorian), Carlos Piazza (in memorian), Valdir Valle (in memorian), Nelson Maurici ( in memorian), Hercílio Ceccato (in memorian), Augusto Valle (in memorian), Valdemiro Dalbosco (Miro – In memorian), Alberto Piva (in memorian) e Vitorio Tridapalli (in memorian).
Acervo fotográfico: Ulderico Valle.                                                                                          Informações: Godofredo L. Tonini. Postagem , Jonas Cadorin

 

SOCIEDADE RECREATIVA HUMAITÁ -TIME DE FUTEBOL 1960.

44061684_510196556116720_2758764696604508160_n

Jogadores que faziam parte do time titular de futebol da Sociedade Recreativa Humaitá – S.R.H., na década de 1960, do município de Nova Trento – SC.
Agachados da esquerda para a direita : Dácio Piva, Ulderico Valle, Edgar Mazzola, Alvim Piazza (Peixinho) e Antonio Tridapalli (Toninho);
Em pé da esquerda para a direita : Carlos Luiz Tridapalli (Nene – in memorian), Nelson Maurici (in memorian), Valdir Valle (in memorian), Asteróide Tridapalli (Dôdi), Eudes Mazzola e Moacir Tirloni.                                                                                                                     Informações e foto: Godofredo L. Tonini. Postagem Jonas Cadorin

 

Comício do candidato à governador, o Sr. Celso Ramos, o Dr. Armindo Augusto Doutel de Andrade na praça Getúlio Vargas no ano de 1960

praca galileu galidlei
Praça Getúlio Vargas no ano de 1960, durante comício politico do candidato à governador, o Sr. Celso Ramos, tendo como vice, o Dr. Armindo Augusto Doutel de Andrade. Importante notar os trajes de época: os homens com sua melhor vestimenta, chapéu, paletó ou camisa de manga longa; as mulheres com sias discretas, sempre abaixo do joelho.(`´Certamente era um dia de domingo pois este tipo de vestimenta era usado em geral para ir a missa.) Ao fundo a residencia de quatro fachadas, da família do falecido historiador walter Fernando Piazza, ao lado  do também falecido Fioravante Marchi, saudoso Vantinho.

Foto: Godofredo L. Tonini.    Postagem Jonas Cadorin