*1930 + 2007 – MARTHA FREHNER

Matrha( a direita) com uniforme de cozinheira na casa da família Renaux em 1953, aos 23 anos.
Filha de imigrantes suíços de Appenzell, nasceu em 1930. Em 08 de agosto de 1953 começou a trabalhar como cozinheira na casa da família Renaux de Brusque. Segundo ela foi ali que aprendeu a arte de cozinhar que depois a tornou famosa. Na década de 1960 casou com Helmuth Wilke e veio morar em Nova Trento, distrito de Claraíba. Para ajudar na economia doméstica organizava os buffet de festas de casamento, produzia bolachas, cucas e doces da tradição alemã e suíça em casa. Em 1991 a filha Ruth e o esposo Moises Tambosi, começaram a ajudar na produção e venda de porta em porta dos doces por ela produzidos. Do sucesso das vendas veio a ideia de abrir um espaço físico temático para atender um público maior. No distrito de Claraíba, as margens da rodovia Gentil Archer, foi dado o início da obra em 1999. No dia 10 de março de 2001 foi inaugurado o chalé estilo suíço que lembrava a casa de onde tinham vindo os pais de Martha na Suíça. Martha faleceu aos 87 anos em 2007.
Martha é a 1ª da direita para a esquerda, junto com as colegas de trabalho na cozinha industrial da fábrica Renaux de Brusque
Martha defronte a café que leva seu nome com as netas Emília e Giovana
Martha Frehner’s Haus, inaugurado em 10 de março de 2001

Fotos: arquivo família Martha Frehner, informações obtidas no Instagram do Café

1992 – MAIS PARTICIPAÇÕES NO PROGRAMA NAÇÕES UNIDAS

06 de novembro. Vitória sobre a equipe da Grécia. Na foto: Saul Rover com o troféu, Dione Cadorin, Natal Tomasoni,de chapéu, Maria do Carmo Tridapalli
Derrota para Suíça, 20.11.92 . Mesmo com a derrota uma equipe que não se deixava abater: Eliomar, Lili Piva, Dhjeca Montibeller, Neide Boso Cadorin, Mércio Bastiani, Aloisio Lenzi, Ademir Rover, Dallabrida,
16.101992. Vitória sobre a equipe do Chile. Da esquerda para a direita:…,…, Valetim Marcolla, Nazareno Tridapalli, Natal Tomasoni, Saul José Rover
16.08.92 vitória sobre a equipe de Israel. Prova do pisar as uvas: Neide Boso cadorin, Kátia Rover… Gugu,…
18.09.92 Derrota para a equipe do Japão. Da direita para a esquerda: Ramon Tridapalli, Valdirene Dalabrida, Nazareno Tridapalli, Jovani Tamanini, Jonas Cadorin, Gugu Liberato e equipe do Japão
18.09.92 derrota para o Japão. Ramon Tridapalli na prova de reconhecimento das nacionalidades

Fotos : arquivo pessoal Jonas Cadorin

1992- PROGRAMA DO GUGU – NAÇÕES UNIDAS

Participação da comunidade de Nova Trento no Programa Nações Unidas, do apresentador Gugu Liberato, SBT, no dia 16 de outubro de 1992 contra a comunidade do Chile. Na foto: Gugu Liberato, Nazareno Tridapalli e ao fundo Jonas Cadorin. Nova Trento venceu.
Programa Nações Unidas , no dia 06 de novembro de 1992, Nova Trento versus Grécia. Nas atividades de palco a equipe estava sendo representada por Saul Rover, prefeito, Jonas Cadorin e Valentim Marcolla, Na fila de trás: Natal Tomasoni e Nazareno Tridapalli. Nova trento venceu.

Foto: acervo pessoal Jonas Cadorin

DÉCADA DE 1960- IRMÃ CECILIA BERTOTTI (SABINA MARIA)

Cecilia era filha de Alberto(Tino) Bertotti e Francisca Bottamedi Bertotti. Ingressou ainda menina no juvenato das Irmãzinhas da Imaculada Conceição em Nova Trento. Na foto ela veste o hábito antigo das irmãs com a fita azul sobre o preto do hábito. Quando professou os votos religiosos mudou seu nome para Irª Sabina Maria. a troca de nome era uma prática de antes do concílio Vaticano II. A justificativa era mostrar o rompimento da religiosa com o a vida que deixava para trás. Ao fundo a estátua de são José , patrono da congregação.( Na família de Cecilia eram em doze filhos, dez homens e duas mulheres. É desta família que são os padres Luís e Pe. Egídio. A família vivia da agricultura e residia no inicio da estrada que leva o bairro salto, próximos ao oratório de são Roque.

Irmã Cecilia(Sabina) em ação apostólica com crianças em São Paulo

Foto: arquivo família Bertotti. postagem e comentário: Jonas Cadorin

1975 – CAPELA DE SANTO ANTÃO, BELA VISTA – DIVISA DE BRUSQUE com NOVA TRENTO

Festa da capela de de Bella Vista, próxima ao Taquaruçu, por volta de 1973 (capela hoje está em ruinas) na localidade morava Anselmo Motta e família citados na postagem anterior. ( Não temos a identificação dos presentes na foto. Se alguém consegue identificar os presentes pedimos a gentileza de enviar para o email jonascadorin@gmail.com)

“Essa foto é de 1975, no casamento de prata dos meus tios Hercílio e Vitória de Gasperi Pianezzer. Junto com toda a família. O filho do Ancelmo Motta, Isidoro, era cunhado do Hercílio.” Contribuição de Willian Pianizzer

Foto: Juarez Luiz Pezzini, postagem Jonas Cadorin

FAMÍLIA MOTTA – MORRO DA ONÇA

EUGENIO(ENNIO) MOTTA E MARIA BERTOL MOTTA de Monza ou San Rocco, Milão de acordo com Renzo Grosselli, in Vincere o Morire p.524, pai de Anselmo Motta casado com Maria Bizzari, foto abaixo. Ambos viveram na comunidade do Morro da Onça – Anselmo depois foi morar na Bela Vista – Brusque, próximo ao Taquaruçu!
MARIA BIZZARI MOTTA
ANSELMO MOTTA

Fotos: Juarez Luiz Pezzini, postagem Jonas Cadorin

2002 – CORAL I GRISI

Coral polifônico I Grisi (Os Grisalhos) teve como fundador e maestro o músico e entusiasta da cultura musical neotrentina o sr. Herberto Afonso Marchi. CO grupo gravou um CD que não chegou a ser lançado mas que apresentava a qualidade do grupo formado por vozes masculinas e que atuou por uma quinzena de anos sempre cantando canções da tradição italiana. Na foto uma apresentação no natal de 2002 juntamente com a banda padre Sabattini e orquestra sinfônica de Santa Catarina no interior da igreja matriz de nova Trento. Da direita para a esquerda, última fila: Francisco -Tcheco- Dallabrida, Roberto Tridapalli-Betão, Dédé Montibeller, Fenando Piva. Na segunda fila: Genésio Facchini, Célio – Celinho- Darós, Nenê Cipriani e João Cadorin. na primeira fila: Fulvio Aduci da Silva, Sálvio Ceccato, e Herberto Marchi.

Foto e comentário: Jonas Cadorin

1997- BANDA Pe. SABATTINI RECEPCIONA COMITIVA ITALIANA

Recepção da comitiva italiana no Santuário de Nossa senhora do Bom socorro em 10 de fevereiro de 1997, sob a regência do maestro Moisés Cipriani
Comitiva da Trentini nel Mondo visitando os empreendimentos da Província de Trento ( Vinícola, lacticínio…) em 10 de fevereiro de 1987. Da esquerda para a direita: Carlo Bassani, ,…, Sérgio Muraro, Ciro russo e Hélio Tridapalli