NICOLAU BADO – Prefeito e músico (1887-1958)

“Ao bom amigo José Martini, offerece, Nicolau Bado, 24/8/1926”

Descendente dos imigrantes italianos que se estabeleceram na Argentina, veio residir com seus pais em Nova Trento ainda criança. Ocupou-se desde jovem com a vida política, foi vereador, eleito prefeito em de 01.01.1919, reeleito 2 vezes até 18.10.1930. Sua atuação continuada na política municipal não lhe fazia esquecer o seu compromisso com a banda padre Sabbatini, na qual exerceu o nobre função de maestro. Como compositor deixou peças que registram seu amor ao município: o hino “São Virgílio”, “Humaitá” e a marcha em homenagem ao município são de sua autoria.

Foto: acervo:  Eugenio Martini. Postagem: Jonas Cadorin

 

BANDA PADRE SABBATINI- 08/10/1889 LA FURIOSA !

399344_528089793885440_1479856450_n

Foto da década de 50-60.Em cima do capô do caminhão, está o saudoso Sr. Arthur Sgrott, na porta do motorista está o saudoso Sr. Carlos Tridapalli, com um casaco na mão está o saudoso Sr. Bento Dell’Antonia, com o instrumento Baixo está o saudoso Sr. Bernardo Ruberti, perto do rodado do caminhão estão os saudosos Srs. Eliseu Tridapalli e seu primo Francisco Tridapalli, de terno branco descendo do caminhão está o saudoso Sr. Giacomo Tomasoni, perto do Sr. Giacomo está o Sr. Vicente Piva, e logo atrás dele de chapéu está o saudoso Sr. Lino Cadorin, atrás do Sr. Bernardo Ruberti estão os saudosos Srs. de óculos o Sr. Virgílio Tomasi, de chapéu o Sr. Aprígio Botamelli, atrás dele está o Sr. Luiz Tomasi, no fundo segurando o instrumento Trompa está o saudoso Sr. Fernando Cadorin.

A banda padre Sabbatini, conhecida carinhosamente como La Furiosa, durante décadas animou as festas de igreja em todas as comunidades neotrentinas. Para os músicos todo o esforço compensava pois eram atração dos eventos. Deslocar um grupo de trinta ou mais músicos , numa época de estradas precárias   só mesmo na carroceria de caminhões.

E não era só em festas. nos funerais ela também se fazia presente executando marchas fúnebres  que emocionavam a todos.

Postagem: Jonas Cadorin